quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Pensar....



Pense para fazer algo
Pense em alguma coisa a dizer
Pense no que há de bom
Pense no que pode acontecer
Pense e escolha, sempre escolha pensar
Pense no que está por vir e como será quando chegar
Pense em tudo que pode fazer
Pense em como é bom inovar, renovar
Pense e faça quando decidir
Pense que valeu a pena esperar
Pense no que te faz sorrir, repense os erros que te fizeram chorar
Pense em tudo que já passou
Pense onde pode melhorar, mudar
Pense sempre em você, não pense no que os outros vão pensar
Pense no que pode realizar, pense, é bom acreditar
Pense em tudo que você deseja, só não pense que não pode conquistar.

                                                                                                               JF

Leia mais...

terça-feira, 10 de abril de 2012

Noite Chuvosa!!


Uma noite de chuva pode ser boa, mas isso dependo de como você a aproveita, mas essa é uma história de uma noite de chuva solitária, de alguém envolto em seus pensamentos, lembranças boas de acontecimentos passados, e outras lembranças nem tão boas, misturado a isso pensamentos de como será um futuro breve com tantas decisões a serem tomadas, imaginação vai longe e não traz consigo só otimismo em relação às conseqüências dessas decisões.
Em uma noite como essa fica fácil refletir sobre tudo que andamos fazendo, fazer uma auto-avaliação a título de conhecermos melhor a nós mesmos, analisar o que achamos que temos feito de errado e talvez corrigir isso, uma tarefa difícil, todos sabem ser críticos quando se trata de outra pessoa, mas olhar para si e dizer “eu estou errado e devo melhorar”, é mais difícil do que parece. Mas tentar não custa nada, mesmo que não leve isso tão a sério e ponha realmente em prática, mas é um bom exercício para se sentir melhor consigo mesmo.
Devemos melhorar por nós mesmos e não para os outros, não é para que alguém note essa mudança, é para que consigamos saber onde erramos e fazer com que isso não atrapalhe nossas vidas, se sabemos e reconhecemos isso, fica muito mais fácil de deixar de cometer esses erros. A mudança vem conseqüentemente com o tempo e sem esforço.  Nada melhor do que uma noite assim para pararmos e pensarmos em tudo isso, e pelo menos tentar por em prática, para que nossas vidas não se tornem igual a uma noite chuvosa, ESCURA e VAZIA.

                                                                                        ( JF)

Leia mais...

domingo, 10 de julho de 2011

Nostalgia



Há tantos momentos na vida de todos nós que não devem e nem vão ser esquecidos, coisas boas que nos aconteceram e merecem sempre ser lembradas, o tempo não apaga de nossa memória as melhores coisas da vida, coisas simples mas vividas com tanta intensidade, que recebem uma importância tão grande, a ponto de serem relembradas em conversas com os amigos, e toda vez que lembramos, mais vontade dá de revivê-las.. é meus caros, isso é Nostalgia, um combustível tão forte para nossas lembranças, um mal do qual sempre quero sofrer.
Dizem que a melhor fase da vida é a infância, não discordo dessa tese, quem nunca desejou voltar a ser criança, irresponsável, sem preocupações de uma vida complicada. Em certos momentos só queremos esquecer tudo e imaginar que a gente ainda somos crianças, fazer tudo do jeito mais fácil e ser feliz com as coisas mais simples do mundo, correr descalço na rua, brincar de pique - esconde, da barra, e da “pira”, jogar peteca e rodar pião na rua. Ah que inveja eu tenho de quem ainda faz isso tudo, se bem que hoje as crianças querem mais estar na frente de um computador ou vídeo-game.
A adolescência nos traz lembranças de loucuras e irresponsabilidades de maior repercussão, somos taxados de “aborrecentes”, e somos mesmo, não existe espécie mais chata que adolescente, discordamos de tudo que nos tentam impor, mas é aí que vamos de verdade formando nossa personalidade, é um momento de mudanças, verdadeiras mutações mesmo, em todos os sentidos da palavra. Mas sem dúvida nos deixa lembranças muito boas, pois é daí que tiramos a maioria das nossas histórias, aquelas que dizemos que vamos contar pros netinhos... Amores, paixões, decepções, falsos amigos, amigos verdadeiros, desilusões, descobertas, ah e sem esquecer das curtição, das “pegações” sem compromisso, dos “esqueminhas”,às vezes pra não deixar um amigo só numa fria. Então, vocês sabem do que to falando, todos sentimos falta disso, tenho certeza.
São tantas as lembranças de um pouco tempo vivido, momentos que passaram tão rápido e nunca vamos saber se foram vividos da forma certa e na quantidade certa, só sabemos que nos fazem falta, mas como diz meu “amigo” Wikipédia: “Nostalgia é um sentimento que surge a partir da sensação de não poder mais reviver certos momentos da vida.”  Uma triste verdade.

                                                                                                                        (JF)

Leia mais...

terça-feira, 5 de julho de 2011

A Busca do "outro alguém"



O mundo é cheio de pessoas, todas diferentes, diferente religiões, diferentes idiomas, diferentes culturas, diferentes ideologias, etc. Mas mesmo com todas essas diferenças em vários tipos de coisas, há uma semelhança que é comum a quase todas essas pessoas,ou talvez todas. A busca de alguém com quem possa compartilhar os seus momentos mais ítimos, alguém que possa estar sempre ao seu lado, alguém que se importe com você.
          Essa não é uma busca fácil, a procura é difícil, cheia de desafios e impedimentos, contratempos que levam você a pensar que nunca vai conseguir, que talvez não exista esse alguém para você, para todos os outros ao seu redor tudo parece tão fácil, a vida deles parecem ótimas, enquanto a sua é cheia de problemas a resolver, mas não é assim, todos tem problemas e a diferença só a maneira com que cada um lida com os seus. Para encontrar esse nosso alguém, primeiro temos que saber quem nós somos realmente, porque mesmo nos conhecendo muito bem ainda iremos nos surpreender com nossas próprias atitudes. Quando achamos alguém que parece que é tudo o que precisamos, ficamos maravilhados, abobalhados e aquela pessoa parece não ter defeitos, ficamos cegos e por isso não conseguimos enxergar a triste realidade de que estamos errados.
           Mas não desanimemos certo, o mundo não vai acabar e nem vamos morrer porque nos enganamos, ta certo que algum sofrimento vai pairar por um tempo sobre você, mas o melhor é seguir em frente e não desistir, continuar acreditando que um dia ainda vai encontrar o alguém certo. E quando encontrar, não deixe o medo e as mágoas que veio acumulando nessa busca atrapalharem você, porque pode ser que lhe seja dada apenas uma chance, não desperdice-a, aproveite cada momento e faça isso durar o máximo que puder para que não se arrependa depois, e se mesmo assim der errado, pelo menos não vai ter peso na consciência de não ter tentado.

                                                        
                                                                                                          (JF)

Leia mais...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A falta que faz uma Saudade


Sabe quando você acha que está faltando algo, que está sentindo falta de alguma coisa, mas não consegue identificar o que seja isso, sem motivo algum você parece estar triste, pra baixo e não sabe nem explicar o que possa estar acontecendo. E o pior, quando todos já perceberam que você não está bem e começam a fazer aquelas perguntas tipo: “o que você tem?”; “o que aconteceu?”; Por que você está assim?”. É , você não vai saber responder nenhumas dessas perguntas, não porque você é “fechado”, não porque você está chateado e nem porque você não quer, mas porque você ainda não descobriu o que realmente está sentindo.
Não adianta se desesperar, você não vai entrar num túnel escuro e medonho e  que parece não ter saída, e nem é algo que não vá sentir mais tantas e tantas vezes, vai voltar sempre, sem motivo mesmo, assim quando menos esperar. Vai vir com aquela vontade de chorar, que muitas vezes não dá mesmo de segurar, e agora?, tenho certeza de que muitos já sentiram isso, fazer o que né, CHORE!!! Pra que segurar algo que pede uma expressão de sentimento mais forte, não quer que ninguém veja? Se esconda, mas não reprima esse choro, que pode ser uma libertação de toda essa angústia e medo desse sentimento que você não sabe o que é, e nem de onde vem.
Depois de pensar no que seria tudo isso, cheguei a uma conclusão, que pode não se aplicar a todos, podem não concordar comigo. Essa angústia, medo, receios, esse “alguma coisa” que a gente não consegue entender, que vem e volta sem explicação, que às vezes machuca, mas não deixa seqüelas, e que também faz bem. Acredito que  isso tudo seja uma mistura e Carência e Saudade, saudade não só de uma coisa ou de um alguém, mas de um conjunto de coisas que já fizeram parte de sua vida, e que agora você percebe o quanto aquilo faz falta.
Aí você percebe como algumas coisas que no você não dava importância, momentos que deixou passar sem aproveitar da maneira que podia, pessoas que passaram junto com esses momentos, estão fazendo falta, é esse o “alguma coisa” , o vazio que você às vezes sente e não consegue entender. Isso é SAUDADE. Mas agora pense, reflita , e tente imaginar se isso nunca acontecesse com você. Espero que ninguém saiba a Falta que faz uma Saudade.

                                                                                                (JF)

Leia mais...

domingo, 12 de junho de 2011

O medo de tentar



A sensação de não ter o que queremos é tão ruim, mas não tão ruim como a de não termos isso por medo de tentar, às vezes tudo está a apenas um passo, esperando só uma iniciativa nossa, mas o medo nos consome e faz com que tenhamos tanto receio que não consguimos nem nos mecher, mesmo se remoendo por dentro de tanta vontade, só depois vemos o tempo que perdemos com isso. Mas que medo é esse? O que nos faz abrir mão assim do que queremos, por simples medo de tentar?
               Acho que só temos esse medo quando o que queremos é muito importante, e o medo é de que se tentar e não conseguir, estragar tudo e não termos mais nem a esperança de conquistar aquilo, esse medo faz com que nos contentemos apenas com a esperança de que um dia possamos ter o que queremos, e ficamos esperando que caia no nosso colo. Não será mais doloroso ficarmos apenas com essa falsa esperança?? é talvez seja, mas só saberíamos disso tentando e o medo não nos deixa tentar, então nunca saberemos, certo. Essa é a pior angústia, não saber ao certo como seria se tentar e não ter coragem para ir atrás do que quer.
               Sinceramente eu acho que todos deveríamos tentar e ver no que vai dar quando nos deparamos com uma situação dessas. Sei que não é fácil, pois o receio de dar errado e o medo de nunca mais recuperar isso se tudo não sair como planejado é muito maior do que se imagina, mas acho que é melhor tentar do que viver apenas imginando como seria se tivesse tentado e com a falsa esperança de que um dia irá ter. Um dia todos temos que arriscar, então é melhor começar cedo.
    
                                                                                             (JF)

Leia mais...

domingo, 5 de junho de 2011

Os Sentimentos



Umas das coisas mais difíceis da vida em sociedade é obter a confiança em alguém, e depois passar a demonstrar seus sentimentos para outra pessoa, duas coisas muito difíceis, apesar de vermos muito isso, hoje todo mundo ama todo mundo, então ficou mais difícil para nós identificar-mos quem está sendo verdadeiro ou não. Misssão complicada né.. essa banalização dos sentimentos transforma as pessoas em meros repetidores de frases feitas, que não querem dizer nada, sem a profundidade e veracidade com que deveriam ser ditas.
 Acreditamos nas pessoas às vezes com uma rapidez, que não nos damos conta que estamos fazendo tudo de uma maneira errada, criamos espectativas que depois serão frustradas, quebramos a cara, nos arrependemos, prometemos nunca mais agir dessa forma, o saldo disse tudo é só a aprendizagem, mas nós somos humanos e faremos exatemente igual por várias vezes. Não ta escrito na testa "confiável", e nem tem escondidinho nenhum selo do "IMETRO", e nós temos um defeito grave, o de confiar demais. Acreditamos em falsas palavraas acompanhadas de atitudes que no momento parecem as mais certas.
  Mas claro que também acertamos, conhecemos pessoas maravilhosas que querem realmente o nosso bem, e que só aparecem para melhorar nossas vidas. Mas como faz depois de quebrar a cara tantas vezes? o medo toma conta de que vai acontecer de novo, acho q às vezes magoamos essas pessoas, por deixar essa espaço vazio, ou preenchido de medo separando um pouco e dificultando a aproximação.
Bem melhor seria se o mundo fosse feito só de pessoas verdadeiras, sem a banalização dos sentimentos, sem essa de dizer "eu te amo" só por dizer, a maioria fala tão facilmente sem nem entender o verdadeiro sentido dessa frase, da alegria e do impacto que ela causa em algumas pessoas. Então galera, não é assim, seria bem mais fácil tenho certeza, mas existem pessoas ainda que merecem ouvir e saber de você o que sente por elas. Vamos banalizar os banais, eles são um saco.

                                                                                                     (JF)

Leia mais...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  ©Cogito, Ergo Sum - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo